A chuva







«Pinga, pinga levezinho,
cai a chuva sem um ai»
-canta feliz o passarinho, 
à chuvinha que cai. 

E num pingo transparente, 
responde a chuva ao passarinho: 
 - Para um lugar mais quente, 
voa, voa e faz o teu ninho! 

Cai na árvore, o pinguinho, 
quer nela  descansar
e refrescá-la devagarinho
para a árvore não secar. 

E a flor que até então
vivia com tanto calor,
escuta e sente a canção
que a chuva canta com amor:

-Pingo a pingo, devagarinho, 
sem saber quantos pingos são,
vou regando com carinho
a terra seca pelo Verão.

Pingo a pingo, devagarinho... 

Fernanda R-Mesquita





Comentários